" Mas ela gosta de colecionar segredos. Coisas grandes, que ela guarda dentro de uma caixinha. É doce, doce, extremamente doce, tão doce. E ela fica ali, mastigando alegrias. "
( Caio Fernando Abreu )

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Chove lá fora, aqui dentro molha

Reverencio a chuva, 
por me conceder tamanho aconchego ao observá-la, 
caindo vigorosamente e escorrendo lentamente pelo vidro do carro. 
Me envolvendo de pequenos detalhes passados que foram motivos de grande alegria. 

Me desfaço em cada gotícula escorrendo, descendo a rota, 
encontrando suas companheiras ávidas por se unirem rumo a um único destino. 
Em mim, lá no meu íntimo, as gotas assemelham-se a pequenos retalhos de lembranças, 
que juntas, criam o sentimento mais angustiante e inevitável: 
a saudade. 

Fazendo com que todos os pingos ardentes em te ver, 
tomem mais forma e sejam mais constantes, 
criando assim uma enxurrada de emoções a escorrer pelos meus olhos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota."
Grata pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...